Sobre metas de anos que passaram

23:27



Todo início de ano a gente chega renovado, cheio de ânimo e expectativas positivas pro ano que tá começando. Crente de que esse vai. Que esse ano vai dar certo, que finalmente a gente vai começar aquela dieta, arranjar aquele emprego, conseguir uma oportunidade única. Todo. Ano.

Em 2016 eu publiquei um post com metas (aqui) e estava bastante animada pra pôr em prática. Algumas eu realmente pus. E eram coisas possíveis, de fato, como eu até mencionei no post. Mas a realidade, a nua e crua, é que não dá pra a gente fazer tudo na hora que quer. Por um simples motivo: não é a hora certa.

Às vezes nós colocamos na cabeça que queremos algo e que é a hora de algo acontecer e nós ficamos até animados, até tentamos por pra frente e dizemos que agora vai, mas não vai. E com isso entro numa retrospectiva de 2016 (publiquei uma de 2015). Lembrando que isso sobre minha vida pessoal (porque se for falar sobre o mundo em geral, lascou-se. 2016 foi ralado mesmo.)

No ano que se passou muita crise pessoal aconteceu (como 2015), muitas coisas em que eu acreditava viraram de ponta cabeça. Um relacionamento amoroso terminou, outro começou. Um outro semestre na faculdade, uma nova turma. Fiz os tão esperados vinte anos. Rolou treta que só. Meu filho começou a andar e agora só quer comer sozinho (tá difícil). Eu vi mais alguns filmes de Tarantino (Resenha: The hateful eight ou Os oito odiados), etc.

Sério, foi muita coisa.

Mas desse mar de novidades, eu destaco algumas bem interessantes e, se você que tá lendo esse post e me conhece, souber de outra, comenta porque sou esquecida mesmo.


1. Me tornei mais organizada


Eu sempre fui aquela filha do quarto bagunçado (conhecida bagunça organizada), das roupas jogadas pelo chão. Sabe aquele velho "põe na cadeira do pc pra dormir. Põe na cama pra usar o pc"? Então, só que muito pior. Muito mesmo. Eu sou meio nem aí pra essas coisas, sempre fui.
Única coisa organizada sempre foi meu material escolar, por motivos óbvios (eu adoro material escolar, adoro estudar, odeio que mexam nele, etc);

Contudo, nesse milagroso ano, eu comecei aos poucos a arrumar as roupas, o pc, então a limpar o quarto... assim, do nada. Porque é sempre aparentemente do nada. A realidade é que a rotina tava me deixando muito insatisfeita. Sabe quando a gente ta exausto, mas não no corpo, na mente? Eu olhava pro lado e aquela bagunça me fazia ficar ainda com menos vontade de levantar pela manhã. As roupas, as cores do quarto, o cheiro, nossa, tudo. Tudo aquilo me deixava com menos vontade de viver. Foi uma mudança de dentro pra fora.




2. Eu comecei a usar rosa

Outra coisa engraçada foi que, quem me conhece de longa data sabe de cor: Isabelle não gosta de rosa. Ponto.
Eu não sei porque, eu simplesmente odiava essa cor. (Amarelo e laranja também). Era só um "eca" que eu sempre tive por elas.

Aí ano passado comprei uma saia amarela e uma saia rosa. Só isso. Com o tempo, aos pouquinhos, eu fui começando a gostar, sabe? De verdade. Comprei uma coisinha rosa ali, outra aqui...e me acostumei. Aí parei pra olhar meu quarto ontem (eu reformei, finalmente, amém) e, meu deus, ta tudo rosa. Eu tenho uma pasta rosa, uma garrafa rosa (eu já tinha há anos, mas vale né?), uma mochila rosa (que ganhei de um amigo. Pra ver como as coisas são né?), uma almofada rosa (que é do meu filho e eu roubei porque achei fofo. Meu deus) e de amarelo comprei um macaquinho amarelo, uma blusa amarela, tenho um porta óculos amarelo e, o blog ta dourado que é tipo amarelo.
Minha irmã até me perguntou dia desses quem sou eu. hahahaha



3. Comecei a usar brincos

Na metade do ano, não sei bem por quê, mas tirei o alargador que eu usava. Era uma fofurinha, um coração azul claro. Eu não sei, um belo dia, tirei, simplesmente. Eu fazia isso com frequência. Tirava, ai a abertura diminuía e, eu colocava novamente. Eu gostava disso. hahaha

E então eu não pus mais. Eu ainda acho uma lindeza, por isso tá guardado caso eu queira pôr depois.
Fato é que eu fui numa loja e vi uns brincos daquele de acrílico que imitam madeira, sabe? Meu deus, eu achei a coisa mais linda do mundo todinho e comprei. E eu, que sempre me achei super estranha de brincos, comecei a usar.
Ainda tô me acostumando, é fato. Mas apenas com a sensação na orelha. Na verdade, me olho no espelho e me acho gatíssima com eles, obrigada.



4. Eu parei de beber.

Então, como vocês sabem, eu tomava bebida alcoólica vez ou outra. Ia numa festa e enchia a cara, me divertia e só isso. Não fazia besteira, não fazia mal a mim, nem a ninguém. Justo. Mas aí comecei a notar que esse "só isso" já não tava rolando, eu notei que eu começava a perder o controle. Eu esquecia o que tinha feito. 

Aí vi que havia algo de errado. Continuei bebendo por algum tempo, só que em menor quantidade. E aos poucos fui pensando a respeito, analisando minha vida, analisando quem eu era, o que queria. Percebendo como meu corpo reagia e por quê. E então cheguei a conclusão de que valia mais meu corpo equilibrado, limpo, do que as horas de diversão pela bebida.

Eu sou muito tímida e bebia pra socializar, mas então percebi que na verdade esse terreno confortável que a bebida proporcionava era falso (é fake, bebê). Eu queria dançar, queria me soltar, mas a realidade é que o que vai proporcionar isso são as pessoas com quem eu estou, é o ambiente, é o meu espírito no dia e não uma substância externa.
Então parei de vez.



5. Decidi que minha sanidade é mais importante que notas na faculdade

Gente do céu, vocês não têm noção de como eu passava mal por causa de faculdade. Já cheguei e saí de lá aos prantos porque eu me sentia inferior ou sentia que meu futuro estava arruinado pelo simples fato de que eu realizava que não passaria em alguma disciplina, ou que havia tirado nota baixa, ou até mesmo que eu não teria como fazer algum trabalho.

É pesado. Você olha ao redor e se compara 24h com seus colegas. Você acha que não tá fazendo como deveria e que isso vai lhe tornar inferior a alguém, aí você não vai arranjar emprego, aí não vai ter dinheiro, e como vai ser depender dos pais a vida toda, e as contas. E isso. E aquilo. 

Eu fiquei nem aí meeeeesmo. Porque acontece. Nada disso me torna inferior a alguém. Nada disso vale a pena, cara. Minha lógica é que se eu puder me esforçar por algo, terei retorno disso. Às vezes não é como a gente quer, claro. Mas imagine que cada escolha ou cada suposto "erro" que acontece na vida, abre espaço pra outro caminho, abre espaço pra um outro universo de coisas que podem acontecer. E isso não é pra ser ruim. No final de tudo, a vida vale a pena ser vivida pelas experiências e sensações que a gente tem pelo caminho, não por um bem material ou uma meta social. Entende? Vale a reflexão.

Quanto as metas estipuladas ano passado, claramente, eu não consegui cumprir. A única a ser cumprida foi que eu, realmente, interagi mais na fanpage. (ah, também fiquei menos tímida com a câmera. êee) Se eu consegui todos os seguidores que eu queria? Até parece.

Mas veja bem, de que vale ter muitos seguidores numa rede social, simplesmente, se nem todos vão ler esse post até o final. Se a mensagem a ser passada tocar no coração de alguém, se com esse texto eu conseguir abrir seus olhos ou lhe fazer melhorar de alguma maneira, se for só uma pessoa a ter a vida mudada por essa pequena sementinha (que um dia se tornará uma árvore enorme. Vida de Inseto gente, adoro), tudo isso vai ter valido a pena.




You Might Also Like

29 comentários

  1. sérião, que lindo, é tudo o que poderia idealizar ler agora!
    é sobre isso: TÁ TUDO BEM!!!!!!! vamos aos poucos resolvendo o que importa, mas VIVER e também lembrar e FAZER POST SOBRE AS COISAS QUE DERAM CERTO \o\ \o\ \o\ sempre parece mais fácil contarmos as coisas ruins, mas bora contrariar nosso cérebro e sentir as coisas, mesmo "pequenas", serem importantes, né não?
    <3 <3 <3 <3 <3 CONTINUE ESCREVENDO! <3 <3 <3 <3 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnnn, muito obrigada pelo apoio, Sabrina <3 Esses comentários são tão gostosos de ler. Muito obrigada mesmo! Prometo que continuarei escrevendo e contando mais sobre meus pensamentos e mudanças!
      Seja sempre muito bem vinda por aqui, viu? Um beijão!

      Excluir
  2. Mulher! Preciso levar essas metas para a minha vida, principalmente a da Sanidade x Faculdade, eu literalmente surto no final do período, com direito a sentar no banheiro e colocar todas as lagrimas para fora, haha. Parei de beber também, já faz mais de 6 meses que não coloco nenhuma gota de álcool na boca.
    Espero que as metas continuem sendo seguidas e assim como você eu possa seguir as minhas também! Sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lydi, eu acho tão problemático isso de a gente dar o sangue pela faculdade, sabe? Eu fazia isso quando era mais nova e como presente ganhei várias doenças. Então hoje prefiro não surtar mesmo. Saúde acima! Fico muito feliz pela sua conquista e quero dizer que estamos juntas nessa! <3 Que consigamos permanecer firmes nessas metas! Um beijão e muito sucesso e paz no coração!

      Excluir
  3. Parabéns!!! Fazer metas é fácil mas cumprir elas... Nossa você e totalmente ao contrario de mim, eu sempre fui a Yas Rosa mas de um tempo para cá não tenho mais muita coisa na cor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg, Yas! Mas acho que é assim mesmo. Minha prima também era louca por rosa, mas hoje quase não usa hahaha

      Excluir
  4. Metas são super importantes pra ajudar a gente a manter o foco na vida.
    Mas realmente, manter a sanidade supera qualquer coisa, é uma necessidade que precisamos priorizar. ta certíssima! <3

    www.garimpomag.com.br

    ResponderExcluir
  5. Aaa que lindo. Não gosto muito de fazer metas bem específicas, mas em 2016 consegui melhorar minha alimentação e a cuidar da minha saude mental. Para 2017 eu espero conseguir melhorar essas coisas ainda mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, parabéns! Eu fico muito feliz por ler isso! Tenho certeza que nesse ano q iniciou vai ser só uma continuação dessas metas já cumpridas! Estamos juntos nessa!

      Excluir
  6. Isa, que post sensacional!Muito bom quando a gente se enxerga nos textos dos outros. Fico feliz por tantas conquistas que conseguiu ao longo do ano passado. Espero conseguir colocar em pratica minha saude mental. A faculdade acaba comigo, e não tenho ânimo pra nada! Parabens pelo blog e muito sucesso. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Thaís! Fico tão feliz por ler que esse texto realmente lhe tocou. A faculdade realmente é um ponto muito complicado, mas trabalhando a mente todo dia, tenho certeza que a gente consegue! Estamos juntas nessas mudanças!
      Muito obrigada pelo apoio! Seja sempre super bem vinda aqui, viu? Beijão!

      Excluir
  7. Adorei! Não adianta nada a gente ficar quebrando a cabeça e sem dormir para poder conseguir fazer tudo o que a gente planeja sendo que não é possível e isso já aconteceu MUITO comigo, infelizmente, dessa vez coloquei metas mais reais.
    E essa sua ideia sobre a neura da faculdade é muito importante, eu costumava ficar louca por causa de notas. Espero que esse ano mude para nós duas! Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né? E a questão da facul tá super encrustado na sociedade. Até meus pais complicam a minha cabeça, sabe? É comum isso. Mas tenho fé que esse ano nós conseguimos ao menos um pouquinho! Um beijão, Nat!

      Excluir
  8. Você disse a verdade, sabemos que tudo tem sua hora certa de acontece e as metas podem causar um certo desmotivamento em nossas vidas, é difícil quando queremos muito algo e dá errado, porem temos que aprender esperar o tempo certo e continuar a luta e mudar algumas coisa. Nos cobramos muito, vou seguir essas suas metas !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico mega feliz que pude lhe inspirar, Vi! Estamos nessa juntas, não esqueça. <3

      Excluir
  9. Que bacana seu post Flor, sabe eu acho muito importante fazer metas porque por mais que você não consiga realizar no tempo que você quer, você vai se esforça é uma hora vai realizar. E esse ano de 2017 e o ano que tenho metas importantes para cumprir, tenho 19 anos e imagina como é essa fase, faculdade, emprego, etc. E estou me esforçando bastante para conseguir, eu acredito que tudo quando é planejado direitinho tem mais chances de dar certo. Beijoos ❤❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho fé que com maturidade, paciência e determinação você vai conseguir, Nai! <3 Um beijão!

      Excluir
  10. Aplausos!!! Depois que coloquei metas na minha vida tudo passou a melhorar. Mas ainda preciso me organizar melhor quanto a faculdade e não me desesperar tanto, pq como a Lydi disse, eu também vou pro banheiro e choro horrores como se isso fizesse meus trabalhos ficarem prontos haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, vai dar certo. Fique sabendo que sempre estou pelas redes sociais caso queira alguém pra conversar nesses momentos, ok? <3 Estamos juntas nessa!

      Excluir
  11. É tão bom ver que evoluímos né?!?!?
    Orgulhosa de você.
    PS: rosa é viciante, não tem explicação.
    Eu também odiava rosa, mas agora tudo meu ou é rosa ou é do capitão américa kkk
    meu quarto parece um altar rosa pra marvel ahahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obg, Thais! hehehhe Gente, não sei oq é esse poder viciante do rosa! suhasha

      Excluir
  12. Nossa você mudou bastante coisa né ?!
    Eu não uso brinco! Será que eu consigo atingir essa meta ?? Comprei um de pompom pra tentar! Usei 2x! Maaaaaas não sei ! Vou seguir seu exemplo 😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai dar certo, Ju! Mudei muita coisa sim. Coisas que ficavam me incomodando aos poucos, sabe? Que a gente faz e sente que não tá certo, que não tá legal. É muito difícil, mas devagar a gente consegue!

      E sobre os brincos, tô tentando usar pra coisas bestas. Ir no shopping, ir na facul. Aí vou me acostumando hahahha (E comprei só dois pares que é pra usar bem muito eles!)

      Excluir
  13. Que post incrível!!! Parabéns pelas conquistas!!! eu tenho que seguir seu exemplo e anotar todas as metas pra ver quais delas eu consegui cumprir. Tenho a mania de ir fazendo as coisas que nem louca e aí nem dá pra medir nosso crescimento né. Amei teu post!!!
    Bjs
    LetS
    www.leticiaseki.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Let, vou publicar um post bem legal sobre essa questão de anotar as metas! Fica de olho, acho que você vai curtir e vai lhe ajudar! Fico mtmtmt feliz que vc curtiu o post <3 Um beijão!

      Excluir
  14. Um post maravilhoso sabia?
    Fico bem feliz que tenha decidido tudo isso para esse ano e para a sua vida :)

    www.chaeamor.com

    ResponderExcluir
  15. Gostei da meta "Curtir mais 2017".
    Eu desencanei um pouco de metas porque fiquei um pouco frustada por não conseguir alcançar algumas em 2016!
    Parabéns por enxergar as coisas desse jeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, entendo bem o sentimento, Vitoria. hehehe Por isso coloquei metas assim, nesse estilo, mais à vontade. Nada pior que a sensação de não cumprir algo, né? Essas tenho certeza que dá certo!

      Muito obg! <3

      Excluir
  16. Adorei flor, é sempre legal colocar nossas metas para o ano ne?
    adorei
    beijos
    http://www.tatycamposblog.com/

    ResponderExcluir