Cinema: Réquiem para um sonho

23:13


Recentemente assisti a este incrível filme de 2000 dirigido por Darren Aronosky's e baseado numa obra literária de mesmo nome, de Hubert Selby, 1979.

Visto que Réquiem para um sonho entrou pra a lista de filmes surpreendentes, complicados e bem elaborados que já vi, resolvi falar um pouco sobre essa experiência aqui pra vocês.

*Vale lembrar que não sou crítica de cinema. Sou apenas uma apreciadora da arte e o objetivo deste post é compartilhar com vocês meus pensamentos a cerca desta.


Sinopse:
Uma visão frenética, perturbada e única sobre pessoas que vivem em desespero e ao mesmo tempo cheio de sonhos. Harry Goldfarb (Jared Leto) e Marion Silver (Jennifer Connelly) formam um casal apaixonado, que tem como sonho montar um pequeno negócio e viverem felizes para sempre. Porém, ambos são viciados em heroína, o que faz com que repetidamente Harry penhore a televisão de sua mãe (Ellen Burstyn), para conseguir dinheiro. Já Sara, mãe de Harry, viciada em assistir programas de TV. Até que um dia recebe um convite para participar do seu show favorito, o "Tappy Tibbons Show", que é transmitido para todo o país. Para poder vestir seu vestido predileto, Sara começa a tomar pílulas de emagrecimento, receitadas por seu médico. Só que, aos poucos, Sara começa a tomar cada vez mais pílulas até se tornar uma viciada neste medicamento.


É impressionante como esse filme é altamente cru em mostrar os efeitos devastadores das drogas em nosso organismo. Mas não, não pense naqueles documentários tediosos que assistíamos no Segundo Grau. Aqui você vai ver desde os momentos felizes e alegres, de esperança e objetivos, até o desespero, o ápice das consequências e o fim da linha. 

Toda a equipe forma um conjunto harmonioso para lhe colocar o mais próximo possível da situação do personagem, do jogo de câmeras, passando pela atuação, e fulminando na angustiante e bem colocada trilha sonora.


De início, com cenas que mostram o sentimento que existe entre os personagens de Jared Leto (Harry) e Jennifer Connelly (Marion), onde eles fazem planos e projetos de vida juntos.
Podemos ver o romante entre as cenas desses dois personagens e, uma pitada de comicidade nas cenas da mãe de Harry, Sara, interpretada por Ellen Burstyn. Aos poucos, o filme vai mudando de ares enquanto a vida dos personagens é afetada por suas escolhas (vale lembrar novamente que a trilha sonora se encaixa perfeitamente do início ao fim!)

Se utiliza bastante dessa câmera diferenciada. No geral, nos colocando dentro da cena e dando uma ideia de como as coisas estão se passando dentro da cabeça dos personagens.

Tanto pelas expressões como pela jogada de câmera e velocidade das ações, podemos sentir a angustia que a própria personagem está sentindo.

A sensação de medo e perseguição também é bem explorada com a mesma colocação de câmera, novamente, nos colocando na pele do personagem.

Outro ponto interessante é que entre as cenas são colocadas imagens/ações extremamente rápidas representando o que se passa no dado momento, não precisando mostrar exatamente a cena em que o personagem o faz. Essa insinuação, rápida e fugaz, acompanhada do áudio correspondente, nos traz uma sensação de agonia em relação ao que se passa.
"O que é que eu tenho, Harry? Por que eu devo fazer a cama ou lavar os pratos? Eu faço, mas para quê? Estou sozinha. Seu pai foi embora, você foi embora. Não tenho de quem cuidar. O que é que eu tenho, Harry? Sinto-me sozinha. Estou velha."


É perturbador ver e poder se colocar na pele de Sara nessa situação. Acompanhar gradualmente, o passo a passo, da sua mudança.
Ao final, uma das coisas que mais me chamou a atenção foi esse pequeno detalhe: todos os personagens adotam essa posição fetal, indicando o desamparo e desespero com quem cada um permaneceu, perdidos dentro de suas próprias mentes, buscando esquecer suas vidas.

Curiosidades:

  • A maioria dos filmes contém entre 600 a 700 cortes. Réquiem para um sonho contém mais de 2000 cortes;
  • Nesse filme, o ator Jared Leto emagreceu mais de 12 kg para interpretar seu personagem, Harry.

 Assista ao trailer:



 

Para me seguir nas redes sociais:








You Might Also Like

14 comentários

  1. Estou doida pra assistir esse filme! Aliás, já baixei ele, mas de uma certa forma, acabo esquecendo que eu o tenho no notebook. Espero assistir em breve! Parece ser incrível!

    Zona de Conspiração | Facebook da Zona

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista, Ju! Esse filme realmente é muito bom. Também passei um bom tempo adiando, levando com a barriga, rsrs. Mas ao final, pensei "por quê não o vi antes?!" hahaha
      Beijo!

      Excluir
  2. Nossa, fiquei com muita vontade de assistir! Já tinha ouvido falar, mais principalmente pelo Jared e a mudança física enorme que ele teve. Parece ser bastante chocante, é triste ver no que as pessoas se transformam com o uso das drogas. Filmes assim precisam nos chocar mesmo, fazer a gente ter aquele baque.
    Ótima resenha por sinal ^.^
    Tá na minha lista de filmes revoltados por eu não ter assistido antes kkk'
    Maricando
    Beeeju!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, ele é feito completamente pra chocar. Pra mostrar os efeitos das drogas sem eufemismos! O objetivo é alcançado nesse filme. Mostra os efeitos no organismo e nas vidas dos usuários, antes e depois.
      Fico feliz que tenha gostado da resenha *-*
      Beijão!

      Excluir
  3. engraçado que fiquei sabendo desse filme semana passada mesmo. fiquei louca pra ver. parece ser bem forte, impactante. eu vi o trailer, e me disseram que aquela musica toca o tempo todo no filme. >__< enfim, ainda vou ver esse filme! xD

    Riscos e Rabiscos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ele é bem impactante! Por sinal, o objetivo é te incomodar mesmo! E a música toca do início ao fim, se encaixando perfeitamente aos momentos do filme! Veja, é ótimo! <3

      Excluir
  4. Deve ser muito bom esse filme, adorei o post e agora estou louca pra assistir :3
    aanestesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, recomendo muito, Ju! Fico muito feliz que tenha gostado do post e que queira assistir! hehehe Assista-o e me conte se gostou! Beijo!!

      Excluir
  5. Fiquei instigada a assistir, vou baixar!!! Ainda mais que com o Jared Leto já compensa hahaha

    Po, vi teu comentario no face, vem mais um 'pequeno ser pensante' por aí! Qual a previsão de chegada?

    Segue lá no Instagram, posto mais coisas com mais frequencia :) @mamaeemchoque

    www.mamaeemchoque.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju! Esse filme é muito bom e o Jared, como sempre, interpretou super bem. De início fiquei com aquele medo de ele não passar toda a emoção pro personagem, mas o próprio personagem é assim meio termo, com receio das coisas, sabe? Adorei esse filme!

      Está previsto pra onze de junho, mas sério... acho que chega antes! hehehe Então, só no aguardo <3

      Já estou seguindo! Beijo!

      Excluir
  6. Isa, você explica muito bem, deu até vontade de assistir ao filme, fora que é com o Jared Leto né hahaha Mas achei bem interessante! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, obrigada! Tento sempre ser o mais clara possível pra que todos possam entender. Esse filme é ótimo, recomendo muito! E o Jared interpreta super bem o personagem dele. Veja, sério! hehehe Beijo!

      Excluir
  7. Eu sou louca pra assistir esse filme! Ouvi a música Alibi, do 30 Seconds to Mars, e em seguida descobri esse filme porque acho que ela toca nele, algo assim. Já assisti o trailer diversas vezes, mas aiinda não assisti pela agonia que me faz sentir mesmo... Vou esperar pra assistir com alguém hahaha. Amo esse tipo de filme, mas sou muito sensível, cara. Sinto fisicamente a agonia, em forma de dor mesmo. E esse filme passa tudo isso pra mim só com algumas imagens que vejo. Amei a resenha <3

    Lovecats | allieprovier.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Allie ♥ Menina, assista! Mas com cuidado, porque se você já ficou aflita sem vê-lo...imagine durante o filme. Realmente, tudo nele é feito pra incomodar o expectador; tocar na ferida, sabe? É muito legal! A música de trilha, na verdade, é essa aqui: https://www.youtube.com/watch?v=3G2TF4jgJCs // Música agonizante!!! Mas super condizente com as cenas e tudo mais. Ficou lindo! <3 Beijo!

      Excluir