A maestria da solitude

20:40

"Você é muito anti-social"
"Vá se divertir, aproveitar a juventude"
"Mas você não tem amigos?"

Algum de vocês já ouviu essas ou frases semelhantes? Quem dos quais sabe a que me refiro com essa simples palavra:

Solitude

Solitude, aos que não o sabem, é o estado de privacidade de uma pessoa. O hábito pessoal de apreciar e tomar proveito da solidão. 


Mas se você pensa que são a mesma coisa, está redondamente enganado. 


  A solidão é um estado emocional onde um indivíduo, ainda que cercado de pessoas, busca companhia e não a encontra, causando-lhe tristeza, desconforto, etc. 

  A solitude, por outro lado, é a opção do próprio indivíduo de estar sozinho naquele dado momento. 

Aqueles que, assim como eu, praticam o hábito da solitude costumam ser alvo de piadas, bombardeio de perguntas e até preconceito. Somos tachados pela sociedade como pessoas estranhas pelo simples fato de sabermos lidar com a solidão e por apreciarmos a nossa própria companhia. 

Contudo, ser o anormal de uma sociedade doente incapaz de manter relações à moda antiga, longe de smartphones e redes sociais, não me parece algo ruim. Não há nada de mau em conhecer a si mesmo e mergulhar em seus pensamentos e gostos. Pelo contrário! Por que haveria de buscar as respostas para minhas questões em outro ser? Por que fazer com que a minha felicidade e realização dependam de outra pessoa que, muito provavelmente, tem os mesmos anseios?

Ao invés de buscar outro alguém para me sentir completa, procuro a mim mesma. Encontro meus defeitos, meus gostos e meus motivos, quais meus sonhos e metas. O que, de fato, me põe um sorriso no rosto. São ações que de tão minuciosas, geram uma sensação grandiosa de prazer, numa sociedade acostumada com a síndrome do posto tudo o que faço

Porque o real objetivo de tudo isso não é mostrar à todos aquele bolo delicioso que você conseguiu sozinha fazer, ou expor fotos de um dia feliz em que você esteve na praia (quando muitas vezes a foto retrata o contrário do que se passou). Na verdade, o objetivo primordial é sentir-se realizada puro e simplesmente por ter feito sozinha o bolo ou, por ter um dia feliz na praia.  

Portanto, a solitude traz auto conhecimento e felicidade, sim. Praticá-la permite que você encontre em si, aquilo que busca nos outros. Faz com que possamos refletir e compreender que alguns conflitos pessoais e interpessoais não são tão monstruosos assim. 


Para me seguir nas redes sociais:


♥ Facebook   ♥ Twitter    ♥ Instagram 


♥ Goodreads ♥ Pinterest  ♥ Bloglovin


Se você gostou do texto, compartilha com os amigos  Enorme beijo!

You Might Also Like

15 comentários

  1. Que texto perfeito! Sério, me define! Só conseguimos apreciar de verdade a comanhia dos outros (e escolher as companhias certas para nós) quando conseguimos apreciar a nossa própria :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo que gostou, Ceci! É uma grande verdade: como alguém busca estar bem em companhia de outros se sozinho não se sente? Seja sempre bem vinda por aqui! Beijo!

      Excluir
  2. Noossa, muito bom, gostei. Explicação perfeita. Parabéns!

    www.ocristaocriativo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom saber que gostou! Muito obrigada, Plínio! :D

      Excluir
  3. Gente, me identifiquei horrores. Adoro sair com meus amigos, curtir tudo que tenho pra curtir, mas amo meus momentos só comigo mesma. Acho que se eu não apreciar minha própria companhia, quem irá?

    Beijos,
    Tati.
    Rancorizei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super verdade, Tati! Conhecer a si mesmo é muito importante até mesmo (tem gente que acha absurdo, é essencial pra mim!) pra manter um relacionamento bom com outros, né? Ótimo que você se identificou, muito obrigada por apreciar! <3 Seja muiiiito bem vinda sempre! Beijo! :D

      Excluir
  4. Falou tudo. Passei a me conhecer muito melhor quando decidi que precisava ficar sozinha. A princípio foi necessidade mesmo, depois eu comecei a gostar. Apesar da ansiedade gerada pela falta de controle do uso das redes sociais, quando consigo me desligar um pouco disso tudo, parece que até os meus pensamentos fluem mais naturalmente, consigo me entender melhor e produzir mais. Não sabia, ou pelo menos não lembrava, que solitude significava isso. Achei o post super bem escrito. Amei <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo que gostou, Elisa! Quando a gente deixa um pouco de lado esse mundo corrido e passa a procurar entender melhor a si mesmo, nossa convivência fica mais fácil, né? É muito importante se conhecer ♥ Seja sempre bem vinda por aqui! Beijo!

      Excluir
  5. Ameeeeeeeeeei o post, pelo menos alguém me entende! HAUHAUHAUHUAH Nem eu sabia ao certo explicar como me sentia.
    www.dossiedeverao.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehehe Muito bom saber que gostou <3 As portas estão sempre abertas pra ti! :D

      Excluir
  6. Palmaaaas!
    Amei teu post,eu também gosto de ficar sozinha as vezes,não é que eu gosto de ser solitária,mas é muito chato ser obrigada a ter companhia o tempo todo.É por isso que ter gente grudada comigo nunca fez muito meu estilo.
    Visita meu blog?Reflexoesdaminhanrntedoida.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, minha linda! Ninguém consegue viver sozinho, mas aproveitar a solidão um pouquinho é muito bom! Sabe aquela frase de Marcelo Camelo? "Pega a solidão e dança" ♥ Visitarei seu blog com muito prazer! Seja sempre muito bem vinda por aqui! <3

      Excluir
  7. Escrevi errado o nome do blog,desculpa: reflexoesdaminhamentedoida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Nossa, parece que a gente se conhece! Muito bom, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. =D Que feliz saber que você se identificou tanto, Malu! Fique super à vontade pra passar por aqui sempre que quiser, viu? Obrigada! <3

      Excluir